O partido que nasceu para mudar a história do Brasil

Você está aqui:

Nota Politica Pública do Partido da Real Democracia Parlamentar – RDP

Nota Politica Pública do Partido da Real Democracia Parlamentar – RDP

Nota Politica Pública – O Partido da Real Democracia Parlamentar – RDP, Manifesta-se absolutamente contrário a essas práticas verdadeiramente abusivas – Senador Izalci Lucas do Distrito Federal  tem 85 assessores em seu gabinete no Senado Federal, atá quando vamos admitir tamanha afronta.

Segundo o portal de notícias R7, o senador Izalci Lucas, PSDB, que representa o Distrito Federal, conta com o inacreditável número de 85 assessores. Pasmem, é o número, segundo o SEBRAE, de uma empresa de médio porte que fatura entre 4,8 a 300 milhões de reais por ano.

O Senador faz uso do Senado como um cabideiro particular, onde dispõe seus amigos e colegas como se operasse verdadeiramente uma empresa. Justifica que é “devido ao grande fluxo de trabalho”, mas seus pares têm o mesmo – senão maior – exercício funcional.

A título de comparação, o Senador Reguffe, também do Distrito Federal, tem apenas 8 funcionários – dez vezes menos que seu par! Cid Gomes, do PDT, conta com 17, Eduardo Girão, do Podemos, possui 15 e Jereissati, também do PSDB, conta com 18. Mesmo se somarmos todos estes, daria o número de 50 funcionários – o que nem se equipara com o disparate de 85 assessores que o Sen. Izalci agregou no cabide do Tesouro.

Mesmo inexistindo regra para mínimo ou máximo, apenas a garantia de possuir, acerca dos assessores, o parlamentar deve contar com o bom senso para operacionalizar suas atividades, prezando sempre pela economicidade e velocidade no exercício funcional.

Acreditar que um senador precisa de 85 funcionários em seu gabinete é ter a certeza de que vivemos num mundo de fantasias. Muito provavelmente esses 85 assessores sequer cabem no gabinete do Senador e são dispersos a título de “representantes”, o que por si só é uma entristecedora causa.

O Senador, eleito para representar os interesses do seu estado, deve estar sempre disponível e sempre disponibilizar-se para o atendimento às obrigações das prerrogativas de seu mandato.

Eleito, tem o dever cívico e moral de dar sua cara a tapa e estar presentes não por procuração, às mais diversas requisições que possam beneficiar o povo que o elegeu.

Deste modo, o RDP manifesta-se absolutamente contrário a essas práticas verdadeiramente abusivas, que deflagram o que já é de conhecimento geral: os políticos, independente da legislatura, beneficiam-se de suas prerrogativas positivas e esquecem de suas obrigações, esquecem o que é, talvez, o mais importante: honrar o dinheiro que, embora seja público, não é dele.

Devemos sempre ter como conceito a necessidade de honrar o dinheiro do povo, honrar o fôlego tributário que vem em essência, das camadas mais basilares da sociedade.

Enquanto percebermos e convivermos pacificamente com atitudes bárbaras como esta, iremos trilhar um caminho tenebroso para os Cofres Nacionais. Alguns podem alegar “ah, mas são apenas funcionários“. Não, não são: são pesos para os Cofres Estatais, que são preenchidos com o suor do povo brasileiro, um povo honrado e trabalhador.

O RDP emana essa nota com notável veemência contra os abusos cometidos no Congresso Nacional e denota repúdio contra o Senador Izalci Lucas pela afrontosa contratação de 85 assessores, pagos com o suado dinheiro do povo brasileiro.

Não é assim que se faz política.

Gabinete da Presidência, 10 de agosto de 2019

Antonyo Cruz

Presidente Nacional do RDP

Matheus H. N. Andreazzi

Presidente de Relações Interestaduais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2015 - RDP - Partido da Real Democracia Parlamentar - Todos os Direitos reservados.